banner

Ir para o Forum

Pequeno, mas Poderoso: STM32



Um chip que eu gosto demais: STM32. Hoje, vamos novamente falar deste “cara”, que dá show quando comparado aos arduinos, como você pode ver neste vídeo: SpeedTest. Mais rápido que o Arduino Mega, fisicamente parece o Arduino Nano, mas com mais IOs. Vou, então, te apresentar o STM32 Maple Mini e fazer a sua instalação na IDE Arduino.




Introdução

O Maple Mini é o segundo dos “dois painéis originais” STM32F103 fabricados pela LeafLabs. Foi lançado em 2011.
O Maple Mini original não está mais disponível, mas várias empresas criam clones, que possuem funcionalidade praticamente idêntica.
É confiável e barato.


Características

·         Microcontrolador STM32F103CBT6
·         Flash  128 KB
·         RAM   20 KB
·         Clock  72 MHz
·         USB mini
·         34 GPIOs
·         12 PWM (16 Bits)
·         9 Entradas Analógicas (12 Bits)
·         0 Saídas analógicas


Instalação na IDE Arduino

Antes de iniciar, tenha certeza que os drivers estão instalados.
Caso não estejam instalados, precisaremos instalar os drivers para os dispositivos de upload Serial e DFU.



1 - Instale o suporte para as placas Aduino Due, com compilador ARM Cortex-M3
                Ferramentas >> Placa >> Gerenciador de Placas
                (basta digitar “Due” na busca)


2 - Faça download do .zip Arduino STM32 no endereço: https://github.com/rogerclarkmelbourne/Arduino_STM32/ ou através do link direto: https://github.com/rogerclarkmelbourne/Arduino_STM32/archive/master.zip.


3 - Descompacte o arquivo e cole na pasta:
Documentos/Arduino/hardware/
Caso a pasta “hardware” não exista, basta criá-la manualmente.
Observação: Se você instalou o Arduino IDE pela loja de aplicativo da Microsoft, sugiro que você desinstale e faça da forma como eu mostro no vídeo.


4 - Reinicie a IDE Arduino.

5 - Selecione Maple Mini em:
     Ferramentas >> Placa



Observação

Se seu Maple Mini não estiver aparecendo na porta COM, faça o seguinte:
Abra um esboço de programa qualquer dos exemplos do STM32 (pode ser o blink, por exemplo), em seguida clique para fazer o upload do programa, mesmo sem indicar a porta COM do Maple Mini.
Enquanto estiver carregando, segure o botão “user” até que esteja finalizado.



"O botão "user“ pode ser usado para inicializar a placa no modo de bootloader perpétuo, o que pode ser útil ao instalar drivers, ou quando o sketch bloqueou completamente o núcleo".

Após, finalizado o procedimento, pressione o botão “reset”. Então, a porta COM do Maple Mini aparecerá.




Maple Mini




Maple Mini – Pinagem

Pinos marcados em:
·         Vermelho >> Tolerantes a 3V3
·         Verde   >> Tolerantes a 5V





Blink

Fiz um Blink usando a nomenclatura D18, mas se você quiser usar a nomenclatura do SMT32, coloca PB4. Vai funcionar da mesma forma.

const int led = D18; //pino do led (equivale ao PB4)
//const int led = PB4; //pino do led (equivale ao D18) 
//para utilizar o LED interno, utilize PB1 ou D33

void setup() {
   pinMode(led, OUTPUT);
}

void loop() {
   digitalWrite(led,!digitalRead(led));// inverte o estado atual do LED (on/off)
   delay(1000); // aguarda um segundo (1000 milliseconds)
}




Faça o download do PDF


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.